top of page
Buscar
  • Foto do escritorDaniel Bernardo

Compensa arrumar o notebook ou comprar um novo? O que fazer diante dessa dúvida?


Este é o dilema de muitos usuários de notebooks. Quando o notebook dá um defeito, será que compensa consertar? Será que não seria melhor comprar outro?

Aqui deixaremos a nossa visão técnica sobre o assunto, para ser analisado pelo leitor deste post. Talvez algumas ponderações poderão ajudar ao usuário tomar decisões.


Vamos lá.


O notebook por muito tempo foi considerado artigo "de luxo", um privilégio de poucos, e sonho de muitos, não é mesmo? Porém, com o tempo ele foi se popularizando e ultimamente, ultrapassou até em vendas sobre os computadores comuns (desktop PC).

Embora tenham se popularizado, em alguns casos de defeitos graves, o reparo pode ter um valor elevado, e as vezes não. O que irá determinar isso? Uma análise técnica profissional e criteriosa


Em um defeito, o profissional técnico precisa avaliar e definir uma estratégia de reparação que seja eficiente, e que se obtenha êxito no resultado final.

Um equipamento que não liga, por exemplo ele pode ter reparo ou não, mas o técnico precisa avaliar e ser especialista em reparação a nível eletrônico, quando se detecta defeito na placa mãe, por exemplo (que dependendo do equipamento, pode custar 40%, 50% do valor do equipamento ou mais). Entenda que o reparo pode ser vantajoso, invés da "troca da peça", como em alguns locais o fazem. Evitar locais onde os técnicos são meros "trocadores de placa", por exemplo, pode fazer com que o reparo seja mais vantajoso. Uma placa reparada tem o custo bem mais acessível do que uma nova.


Não é só isso também, é necessário avaliar a "idade" do notebook, seu custo médio no mercado, sua configuração, e se a máquina está atendendo bem o usuário.

Se o equipamento avariado lhe atende perfeitamente, ele pode passar por uma reparação, seguido de um "upgrade", ou seja algumas atualizações de hardware que farão ele ter uma durabilidade melhor e um ganho de performance.

Se os reparos e melhorias for praticamente próximo do valor de um novo, talvez seja a hora de aposentar seu "velhinho" e partir para uma nova etapa de vida com uma máquina nova, com garantia e suporte do fabricante.


Mas tudo isso é uma questão pessoal, pois atendemos sempre usuários que desejam salvar seus equipamentos invés de comprar novos, ou até outro que seja seminovo, por questões pessoais que vem desde o apego ao equipamento, ou por não desejar se desfazer. Existem equipamentos que sim, valem a pena ser reparados e melhorados, tudo dependerá do usuário em mantê-lo "vivo".


Então nossa visão é: procure um local idôneo, pesquise sobre a reputação desse local na internet, veja se existem reclamações de usuários, converse com o pessoal do estabelecimento, e peça um parecer técnico. No caso de dúvidas, consulte uma segunda opinião de outro local também idôneo, compare os "orçamentos" e o que é oferecido em questão de melhorias. Não vá só atrás de preço, e sim de "valor entregue", ou seja, da qualidade, atenção, bom atendimento e percepção de um serviço bem feito em seu equipamento.


Só você sabe o quanto custou para você adquirir seu equipamento, o quanto ele é importante em seus momentos de trabalho, lazer, enfim, nunca entregue seu equipamento na mão de curiosos, pois o barato pode sair caro.


118 visualizações0 comentário

Comments


Logo_whatsapp-removebg-preview.png
bottom of page